quarta-feira, 21 de abril de 2010

Perfume de flores


Desde então foram passadas quatro primaveras.
Mas seu perfume de flores do campo,
Ainda queima meus sonhos em noites gélidas.
A lua grita por atenção.
As estrelas dançam em torno do plutão.
Saturno, Marte e Netuno vão ao encontro do lindo crepúsculo.
E assim a quinta primavera diz adeus,
Quando sua última pétala de seda cai sobre a relva.
E em um ritmo de valsa os astros dançam
Trazendo consigo a última esperança.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Lifehouse - Come Back Down


Música: momento da minha vida




video

Praga do amor


O perfume enlouquecedor de seu corpo
É como uma mágica:
Hipnotiza-me ao mesmo tempo em que me afasta.

Sua pele de diamante me cegou ao toque solar.
Seu cabelo cor de ouro me fez suspirar.
Sua boca vermelha me chamava:
Eu não percebia,
Mais cada vez mais afundava.

Nunca mais eu vi o por do sol.
Só me restam ruínas abandonadas.
Assim como o meu amor por você,
Que agora é mais que uma praga.

Nos sonhos perdidos do meu viver.
A seguinte conclusão eu cheguei a ter:
Dos confins de vários infortúnios que você teve.
Dos mais temíveis pesadelos.
O inferno será sua sentença.
E pra mim,
Não adianta pedir clemência.
Nem o Habias Corpus o libertará.

Arrancarei seu coração.
Tornarei você meu escravo.
E como prato cheio de vingança,
O meu ódio e desprezo será sua única herança.

Com meus olhos dilacerarei teu destino.
E com meu punho de espinhos eu rasgarei seu coração.
Acabarei assim, com o que você chama de ser.
E na menor fração de segundos,
Arrancarei seus sentimentos mais profundos.

V de vingança é um enredo que eu quero copiar.
Bombas de ódio você terá que aguentar.
Das mais inconstantes circunstâncias,
Pego-me nas mais temíveis lembranças.

Pétalas de sangue


Pelo visto tudo acabou sem antes sequer ter começado.
E isso me despedaçou...
Tenho a sensação que pela primeira vez eu
Alcançei o sol, mas
Logo depois eu já estava cravada na terra.
A luz não me encontrava.
Só a escuridão me visitava.
Dor e solidão me afixiaram.
Eu aguardava sua espera, mas
Somente recebi o frio das noites de primavera.
Assenti calada.
Nada mais me importava. O sangue derramava.
Gozava da sorte que nunca mais apareceu.
Uivei para a lua,
E nada nem ninguém me respondeu...

Coração negro


No mais profundo abismo de minhas entranhas. Um ser desprezível habita.
Meu coração que agora é negro e
nele só existe medo.
As trevas nasceram.
E com um sopro de tormento, com seu veneno nos lábios, tornaram meus dias mais amargos. O calor de seu corpo rompeu minhas veias.
O sussurrar de canções malditas me amedrontam.
A luxúria presente no seu olhar traz à tona meu maior pesadelo: O de que um dia eu pude te amar. Como um domador de leões, você tentou me adestrar.
Mas a única coisa que conseguiu, foi de você um ódio restar.
Como um diamante lapidado, o
brilho eterno de uma mente sem lembranças, persegue-me desde minha infância.
E quando o crepúsculo me chama e as estrelas vêm ao meu encontro o único pedido que faria era que: assim como uma sombra, você seria apenas um vulto que me assombra.
O perfume enlouquecedor de seu corpo é
como uma droga: me hipnotiza ao mesmo tempo que me afasta.
Sua pele de diamante me cegou ao toque solar.

Seu cabelo cor de breu me fez suspirar.
Sua boca vermelha me chamava: eu não percebia, mas cada vez mais afundava.
Nunca mais eu vi o por do sol.
Só me restam ruínas abandonadas.
Assim como o meu amor por você que agora é mais que uma praga.
Nos sonhos perdidos do meu viver a
seguinte conclusão eu chego a ter: dos confins de vários infortúnios que você teve, dos mais temíveis pesadelos, com olhos famintos, o inferno será sua sentença.
E pra mim, não adianta pedir clemência.
Nem o Habias-Corpus o libertará.

Arrancarei seu coração.

Tornarei você meu escravo.

E como prato cheio de vingança, o meu ódio e desprezo será sua única herança.

História de amor


Sentir seu amor percorrendo meu corpo.
Lembranças de uma linda primavera.
Beijos apaixonados embaixo de uma figueira.
Uma linda história de amor nascera.

O sopro do vento sussurava confissões de apaixonados.
O sol e a lua já haviam se encontrado.
E em um ofuscante eclipse brilhado.

Raios quentes acariciavam nossa pele.
O perfume criara uma gostosa atmosfera.
Deitada em seu colo,
Ouvindo o pulsar do seu peito.
Tinha certeza:
Aquele era um momento perfeito.

Como o sol e a lua


O que eu sinto por você é um amor incondicional. O qual me prende numa atmosfera e me abastece de sentimentos sinceros. Você é tudo o que eu mais quero. Sua existência é algo perturbador. Que me enlouquece nas minhas noites de dor e me aprisiona num lindo sonho. Seu sorriso me fascina, sua voz me faz querer dançar. O que eu mais quero é te amar. Eternamente é pouco para dizer que meu amor por você nunca morrerá. Você já faz parte da minha vida e, isso nunca mudará. Com você, quero escrever uma linda história. O meu coração só pertence a você. Só pulsa quando te vê. Eu te amo. Eu quero estar contigo. As mais belas fases da minha vida. As mais belas lembranças do meu ser. Quero passar ao seu lado. Diga que me ama. Diga que me quer. Nosso amor é como o Sol e a Lua. Quando se encontram no horizonte do mar e, se beijam nas águas do oceano. Um sonho que virou realidade. Uma realidade perfeita. Sua beleza me embriaga. Sua alma me inspira. Voce é a minha vida. Me dê suas mãos. Me embale no seu colo quente. E sussure fascinantes poesias. O vento passará pelos meus ouvidos. E essas poesias baterá em meu coração. Eu abrirei a porta e pedirei para você entrar. EU TE AMO!!! E daqui, você nunca mais sairá.

Crepúsculo


Minhas memórias póstumas, serão preenchidas apenas com você. E ao crepúsculo, um beijo seu eu vou ter. Ao toque do amanhecer, seu perfume me acordará. E com seu beijo doce de amor me matará.

Prece aos anjos


Anjos da imensa escuridão.
Guardiões do tapete negro.
Orgulhosos de suas estrelas reluzentes.
Realizam o meu desejo?
Quero mais amor no coração gelado das pessoas.
Quero menos guerra e preconceito.
Quero mais cor, mais graça, mais vida, mais risadas.
Anjos da noite e protetores do amanhecer.
Espalhem sutileza, espalhem palavras doces.
Adocem o meu querer.

Sussurro enlouquecedor


Discussões se multiplicavam. Alvoroços abafavam o ambiente. O queimar da euforia incendiava meu corpo. O sussurro enlouquecedor não cessava. O desejo cada vez mais aumentava. Meus lábios sorriam em disparada. Era você! Dizendo que me amava.

Amizades

A amizade não se sustenta apenas com provas de afeto. Amizade se sustenta com verdades. Embora muitas vezes elas nos distanciam de nossos verdadeiros amigos. Mas, se a amizade for verdadeira, elas nos uni num elo ainda mais profundo!

Atrás do veneno das palavras


Ao fechar meus olhos,
Me perco em pesadelos. Lembro de você... Um criança manipuladora! Jogada aos seus pés, Eu era escrava desse amor. Você não me amava, E isso custava a minha dor. Atrás do veneno das palavras, Eu era ridicularizada! Humilhada por muitos. Julgada por todos. Estourei em meses sofridos. Chega! Agora basta! Eu me amo!!! Já você?! Foi tempo perdido...

Primavera


Uma mistura de fragâncias.
Flores de todos os aromas e cores,
exalam em meu corpo um delírio pertubador.
Me embriagam com suas belezas raras.

Me fascinam com sua elegância.
Margaridas, rosas, bromélias dançam ao som do vento.

Os pássaros entram no ritmo e cantam.

Forma-se uma orquestra.

Onde o público
é o sol e a grande floresta.
Sintonia que acalma.

A primavera em seu auge só
atrai olhares.
Os admiradores secretos
orgulham-se de serem privelegiados com tamanha grandeza.
Um simples fato.
Uma simples beleza.
A grande mãe natureza.

Noite sem fim


Ao seu lado quero sempre estar. Te sentir, te beijar, te amar. Passar uma noite sem fim ao seu lado. Onde o brilho da lua reflita em seus olhos. Onde eu possa alcançar as estrelas com meu coração. Onde a imensidão da noite, seja a nossa única testemunha. E que cada palavra sussurada, seja guardada em um cofre. Para que a lembrança dessa noite sem fim, seja o recomeço de uma história feliz. De um desejo a ser realizado. De uma meta a ser alcançada. E assim do nada, a sua emoção, será roubada. Trancada para sempre em meu coração. Prisioneira de uma louca paixão.

Conto de fadas


Constroem-se barreiras,
Separam-se amores.
Aumenta-se o ódio,
A injustiça fica no poder.
Escorrem-se lágrimas,
O colorido torna-se obscuro.
O coração fica sem bater,
A esperança ainda resiste.
Um novo amor surge,
Risadas disfarçam as lágrimas.
O coração volta a bater,
E sente o corpo arder.
Barreiras destruídas,
Apagadas as feridas.
Espinhos perdem a graça com a beleza das rosas.
Constroem-se castelos.
Reis, rainhas, príncipes e princesas.
O amor submetido à reverência.
A norma de toda beleza.
Transparecida com sua mágica.
Um lindo conto de fadas.

Inspiração dos meus sonhos



Em um flash me pego pensando em você.
Sentir sua presença,
Meu doce querer viver.
Seu perfume exalando o meu delírio.
Uma paixão a qual não sinto, mas vivo.
Sua boca na minha,
É o que eu mais queria.
Braços entrelaçados.
Corações separados.
Acordo e percebo,
Você apenas foi inspiração dos meus sonhos.
Musa dos meus maiores desejos.
Rainha do meu maior império.
Sereia dos mares.
O saber do amor e do amar.
Uma miragem cobiçada.
Minha querida,
Mulher amada.

Esperança que aquece


Num arquivo de solidão, coloquei em ordem alfabética os pedaços do meu coração. Separei das angústias, momentos felizes. Das lágrimas derramadas com conta gotas, formou-se um lago de sentimentos. Em beira de um abismo de espinhos, uma única flor amortecerá sua queda. E ao abrir seus olhos, sentirá uma sensação única. Sentirá a esperança que aquece a alma. A esperança de poder viver outra vez. Despertará em águas de amor, das quais será levado com a correnteza da paixão. Uma simples loucura que te fará a pessoa mais feliz do mundo. O delírio de estar amando. A aventura de estar se arriscando em algo desconhecido. O sabor da loucura. Jogando-se outra vez em um abismo, mas que lá embaixo deste, o aguarda a pessoa amada. Jogue-se. Coloque para fora as chamas desse amor tão louco. Livre-se de tabus. Encare você mesmo. Ame-se. E deixe ser amado. Agarre a oportunidade, da qual a esperança que aquece, libertará sua alma tão solitária.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

10 tipos de beijos


Beijo doce,
Beijo salgado,
Delícia de beijo apaixonado.

Beijo amargo,
Beijo apertado,
Difícil de ser apreciado.

Beijo na chuva,
Beijo na grama,
Só rolar e curtir a trama.

Beijo na bochecha,
Beijo só selinho,
Os dois precisam de carinho.

Beijo molhado,
Beijo apressado,
Reconciliação de namorados.

Beijo mordidinha,
Beijo no pescoço,
Esse exije fôlego.

Beijo selvagem,
Beijo meigo,
Conforme seu desejo.

Beijo apimentado,
Beijo alucinado,
Tem que ser bem dado.

Beijo desejado,
Beijo roubado,
O roubo mais cobiçado.

Beijo com amor,
Beijo sincero,
É esse que eu quero.


Te amarei por toda a imensidão


No meu mais profundo íntimo,
Encontro-me em um abismo de incertezas.
Abro meu olhos e vejo a beleza do seu ser.
Esboça-me,
O seu sorriso mais doce,
Para que minhas incertezas se dissolvam,
Na mais pura inocência de uma criança.
Aquelas dúvidas pairão no ar de minhas entranhas,
Mas não sentirei medo porque você me dará o seu amor.
Aqueça-me,
Com suas palavras de proteção e
Prometa-me,
Para sempre que nunca me amará em vão,
Pois eu te amarei por toda a imensidão.